PRIMEIRA OKUPA DE ANGRA DOS REIS

This is the post excerpt.

Se morar é um direito, okupar é um dever! Partindo desse pensamento, a okupa é um assentamento humano que recupera construções abandonadas trazendo de volta a vida ao local, reorganizando seus moradores com base na solidariedade e luta por direitos intrinsecamente ligados ao direito a vida, okupar assim com “k” é uma atitude política! Se identifica culturalmente como escola livre, um lugar onde se pode aprender a todo tempo com diversas atividades direcionadas a compreensão e conquistas da equidade social.

A Casa Viva estava morta quando nós a encontramos, uma casa de grande porte em um terreno em declive com abundância de água e dentro da mata atlântica, bem próxima da praia que sofre com o esgoto das mansões em volta e também com o despejo do Rio Japuíba o “saneamento básico da periferia de Angra dos Reis” que é despejado na baía da enseada, fodendo com o mangue e todo o eco sistema ao redor. A casa viva está diretamente ligada a permacultura e a permacultura por sua vez trabalha com a recuperação do meio ambiente.
Okupar uma terra para formar uma ecovila libertária já algum tempo está nos nossos planos porque sabemos que segundo as leis desse país “a terra deve ser produtiva” e “a propriedade deve cumprir seu papel social”; tem muita terra improdutiva nesse país, mansões abandonadas em desuso enquanto muitas pessoas não têm nem sequer onde morar, onde plantar, sem o mínimo iremos continuar a ser escravos.

Não é só a Casa Viva que estava abandonada, é toda a cidade de Angra dos Reis, okupar para autogerir é uma obrigação para quem quer que as coisas mudem por aqui, devemos nos unir e acabar com a dependência que temos do Estado, o poder público somos nós e podemos lutar para criar o poder popular!

O coletivo Rizoma atua dentro da Casa Viva como estruturadores do espaço “dando vida a casa abandonada” pois a casa foi quase toda saqueada antes da okupação, Levaram portas, vasos, encanações, fiações entre outras coisas. Estamos trabalhando para dar o mínimo de estrutura a casa para dar início as atividades do instituto de permacultura, das oficinas de artesanato, do nosso cursinho comunitário e das muitas outras atividades que vão rolar na casa. Lembrando que a casa é um espaço de fomento político, fazemos aqui um chamado as pessoas coletivas de ANGRA dos reis para conhecer a okupa e somar da melhor forma possível, okupando com atividades, tornando-se um colaborador, ajudando a divulgar, comprando nossos produtos e fazendo doações.
ABAIXO LISTAMOS ALGUNS MATERIAIS QUE ESTAMOS PRECISANDO QUEM PUDER CONTRIBUA! QUEM NÃO PUDER COMPARTILHE Q JÁ FECHA TBM! GRATIDÃO MAN@S!!!
SEGUIMOS NA LUTA …

HIDRÁULICA:

2 VASOS SANITÁRIOS
3 PARES DE PARAFUSOS P VASO SANITÁRIO
6 CAIXAS DE DESCARGA
7 SIFÕES P/ PIA
4 CANOS P/ CHUVEIRO
2 CHUVEIROS
3 RESISTÊNCIA P/ CHUVEIRO
2 TORNEIRAS
9 RALOS
1 TANQUE DE LAVAR ROUPA

ELÉTRICA: (sem especificação do número de itens, todas as doações são bem-vindas)

EXTENSÕES
LÂMPADAS
BOCAL
INTERRUPTOR
TOMADA

OUTROS:

BUCHAS – DOBRADIÇAS – PARAFUSOS – SACOS DE GESSO – SACOS DE MASSA P/ REJUNTE – SACOS DE CIMENTO – 8 PORTAS – 3 JANELAS – TELAS – CANOS

ACEITAMOS TAMBÉM DOAÇÕES DE ALIMENTOS NÃO PERECÍVEIS E PRODUTOS DE LIMPEZA SABÃO DE COCO (BICARBONATO, ÁLCOOL, VINAGRE, CLORO E CLORO GRANULADO) E HIGIENE PESSOAL.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s